Brincando com seu gato








5 RAZÕES PARA BRINCAR COM O GATO

1 - Reforçar laços

Brincar com o gato ajuda a reforçar os laços entre o dono e o animal. Os gatos têm um temperamento independente, não resistem contudo a uma boa brincadeira. Brincar juntos ajuda o gato a encará-lo como um companheiro em vez de alguém que apenas lhe põe comida no prato. As brincadeiras podem mesmo fazer com que o gato se torne mais afetuoso, reagindo com alegria quando  você chega em casa, por exemplo. É claro que há gatos mais ariscos do que outros, mas a brincadeira ajuda sempre a aprofundar a relação entre o dono e o animal.
2 - Exercício

É muito importante que os gatos se mantenham em forma. Com o envelhecimento, os gatos tendem a engordar. O excesso de peso é um fator de risco para muitas doenças como a diabetes e a artrite. Ao contrário dos cães, a maioria dos gatos são animais com um acesso muito limitado ao exterior, por isso a brincadeira é a melhor maneira de exercitar os músculos e manter o corpo o corpo em forma.
3 - Confiança

Os gatos tímidos por natureza, ou animais que tenham sido maltratados, demoram mais tempo a desenvolver confiança neles próprios e nos outros. Mas nem estes gatos mais retraídos resistem a uma boa sessão de brincadeira. Os gatos habituados a interagir com humanos, recebem melhor as visitas.
Os gatos aprendem a ser gatos através da brincadeira com os irmãos, mantenha esta atividade ao longo da vida do gato e verá o desabrochar de um animal mais extrovertido e confiante.
4 - Libertar tensão e agressividade

As brincadeiras permitem que o gato liberte a tensão acumulada e também que possam libertar o seu instinto de caça. Os gatos são caçadores e independentemente de terem ou não presas à sua volta, vão exercer o seu instinto, nem que seja em sombras ou peças de mobiliário. O aborrecimento faz com que o gato se torne destrutivo, por isso permita ao gato libertar a tensão e caçar, mesmo que seja só a fingir.
5 - Diversão

As brincadeiras são pura diversão, mais para o gato do que para o dono, provavelmente. Mas até para o dono, as brincadeiras são uma forma de distração e garantem sempre boas gargalhadas. Envolva-se com o seu gato e embarque nestas brincadeiras felinas.



Dicas úteis

Não recompensar o mau comportamento com o jogo. Só  jogue quando o seu gato estiver calmo, tranquilo, e se comportar adequadamente.

Não use as mãos, dedos ou outras partes do corpo como brinquedos, ou gatinho vai aprender a morder e arranhá-lo. Pare quando a brincadeira ficar muito agressiva, voltar a brincar quando seu gato estiver calmo, tranquilo, e se comportar adequadamente.

Separe um tempo específico de cada dia para fazer das brincadeiras uma parte de sua programação diária. Seu gato vai ser menos ansioso o resto do dia. Peça aos membros da família para participar da diversão e compartilhar a responsabilidade da posse do gato.
Devemos direcionar sempre a interação através de elementos inanimados como os brinquedos. 

Caçar objetos semelhantes as presas como ratinhos e passarinhos não significa estimular a agressividade e sim o comportamento de caça. Simular de maneira correta todos os passos da caçada é uma forma interessante e correta de brincar.



Idéias para aumentar a atividade do seu gato



Amarre um brinquedo favorito a uma linha, jogue o brinquedo, e puxe-o de volta, conforme necessário. Seu gato pode aprender a trazer o brinquedo de volta para você, se ele for recompensado quando você joga o brinquedo novamente!

Amarre um brinquedo a um cadarço e arraste ao redor da casa. Não  arrastá-lo para locais altos, onde o seu gato  não está autorizado a subir. Muitos gatos vão persegui-lo onde quer que estejam indo! Um cadarço com um nó no final também funciona, especialmente para aqueles amantes  de insetos!

Simule uma caçada movimentando o brinquedo amarrado em um fio lentamente, esconda e aguarde alguns minutos e, em seguida, estimule o gato intensamente para, finalmente, permitir que ele pegue a caça. Depois de alguns minutos, quando ele ignorar o brinquedo, guarde-o e só ofereça na próxima semana.

Jogue bola( a de ping pong é perfeita!) sobre uma superfície lisa, tais como pisos  ou em uma banheira.

Incentive o seu gato para correr  entre você e outra pessoa, fornecendo uma recompensa quando ele  encontra cada um de vocês. Você pode usar um petisco ou um brinquedo favorito como recompensa, mas não se esqueça de recompensa!

Pendure um brinquedo por uma corda na maçaneta ou use um cabide com brinquedos pendurados nela . Ajuda a torná-la mais interessante para o seu gato, dando-lhe um tapinha para fazer o objeto pendurado, mover-se.

Coloque um saco de papel ou caixa de papelão no chão. Seu gato vai entrar para explorar e arranha- la!

Esconder um brinquedo em uma almofada ou um cobertor. Fazê-lo mover-se e atrair o seu gato para procurar por ele, é outra brincadeira que eles amam!

Que tal diminuir as luzes do ambiente para estimular o a brincadeira de caçada. Gatos caçam bem à noite. Mas, cuidado para que VOCÊ não atropele nenhum móvel durante a brincadeira! 

Muitos gatos vão  perseguir um  laser por horas. Certifique-se de não apontar o laser nos olhos de qualquer pessoa ou animal. Você pode considerar a interrupção do seu uso, se seu gato torna-se ansioso ou paranóico vendo o laser quando não está ligado.

Se seu gato é confiante, tente brincar de esconde esconde. Finja esconder, e aparecer com freqüência. Permita que o seu gato veja onde vc está se escondendo. Saia do seu esconderijo e o agrade. Se o seu gato gostar do jogo, ele  vai se esconder e em seguida persegui-lo! Tente não assustar o seu gato, e sempre terminar o jogo com interação calma.
Qualquer que seja brinquedo ou jogo que seu gato gosta, tente não utilizar a todas as possibilidades de diversão de uma vez. Resista à tentação de deixar brinquedos favoritos o dia todo a disposição. Em vez disso, deixe alguns brinquedos durante o dia, mas apenas alguns, para que eles não enjoem e vá trocando os brinquedos aos poucos. Eles vão permanecer por muito mais tempo se divertindo!

Além de estimular, as brincadeiras exercitam e mantém o gato saudável mentalmente e fisicamente. Atenção para os gatinhos mais idosos que devem ser estimulados com cautela devido às limitações articulares e outras condições senis. 

Gatos tímidos e pouco interativos podem ser estimulados de forma bastante interessante finalizando sempre a brincadeira de caça com uma bem sucedida captura. Pode ser enriquecedor (Olha aí novamente!) não permitir a captura sempre após a brincadeira, principalmente para os gatos que foram diagnosticados com algum tipo de agressividade.

Duas sessões de 15 minutos de brincadeiras são suficientes para estimular os gatos e, sobretudo, aumentar a chance dos seus laços com eles se estreitarem. Claro que outras sessões podem ser bem vindas.








Fonte: